African Journal of
Agricultural Research

  • Abbreviation: Afr. J. Agric. Res.
  • Language: English
  • ISSN: 1991-637X
  • DOI: 10.5897/AJAR
  • Start Year: 2006
  • Published Articles: 6712

Full Length Research Paper

Coffee production through wet process: Ripeness and quality

Leandro Pin Dalvi
  • Leandro Pin Dalvi
  • Universidade Federal do Espírito Santo – Centro de Ciências Agrárias e Engenharias (CCAE-UFES), Alegre, Espírito Santo, Brazil.
  • Google Scholar
Ney Sussumu Sakiyama
  • Ney Sussumu Sakiyama
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa, Minhas Gerais, Brazil.
  • Google Scholar
Gilberto Santos Andrade
  • Gilberto Santos Andrade
  • Departamento de Agronomia, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTPR), Paraná, Curitiba, Brazil.
  • Google Scholar
Paulo Roberto Cecon
  • Paulo Roberto Cecon
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa, Minhas Gerais, Brazil.
  • Google Scholar
Fernando Antonio Pereira da Silva
  • Fernando Antonio Pereira da Silva
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa, Minhas Gerais, Brazil.
  • Google Scholar
Lidiane dos Santos Gomes Oliveira
  • Lidiane dos Santos Gomes Oliveira
  • Universidade Federal do Espírito Santo – Centro de Ciências Agrárias e Engenharias (CCAE-UFES), Alegre, Espírito Santo, Brazil.
  • Google Scholar


  •  Received: 31 May 2017
  •  Accepted: 13 July 2017
  •  Published: 07 September 2017

References

Angelico CL, Pimenta CJ, Chalfoun SM, Chagas SJR, Pereira MC, Chalfoun Y (2011). Diferentes estádios de maturação e tempos de ensacamento sobre a qualidade do café. Coffee Sci. Lavras 6(1):8-19.

 

BRASIL (2003). Ministério de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa nº 8, de 11 de junho de 2003. Dispõe de Regulamento Técnico de Identidade e de Qualidade para a Classificação do Café Beneficiado Grão Cru. Brasília, DF P 12.

 
 

BSCA (2010). Brazil Specialty Coffee Association. [Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA)]. Disponível em:<www.bsca.com.br>. Acesso em novembro de 2010.

 
 

Carvalho HP, Camargo R, Gomes MWN, Souza MF (2014). Classificação do ciclo de desenvolvimento de cultivares de cafeeiro através da soma térmica. Coffee Sci. Lavras 9(2):237-244.

 
 

Clemente ACS, Cirillo M.A, Malta MR, Caixeta F, Pereira CC, Rosa SDVF (2015). Post-harvest operations and physicochemical and sensory quality of coffees. Coffee Sci. Lavras 10(2):233- 241.

 
 

Dubberstein D, Partelli FL, Dias JRM, Espindola MC (2016). Concentration and accumulation of macronutrients in leaf of coffee berries in the Amazon, Brazil. Australian J. Crop Sci. Brisbane 10(5):701-710.
Crossref

 
 

Folmer B (2014). How can science help to create new value in coffee? Food Res. Int. 63:477-482.
Crossref

 
 

Laviola BG, Martinez HEP, Salomão LCC, Cruz CD, Mendonça SM, Rosado L (2008). Acúmulo em frutos e variação na concentração foliar de NPK em cafeeiro cultivado em quatro altitudes. Biosci. J. 24(1):19-31.

 
 

Livramento DE (2010). Morfologia e Fisiologia do Cafeeiro. In: Reis, P.R; Cunha, R.L. (Org.). Café arábica: do plantio à Colheita. 01:87-162.

 
 

Morais H, Caramori PH, Koguishi MS, Ribeiro AMA (2008). Escala fenológica detalhada da fase reprodutiva de Coffea arabica. Bragantia 67(1):693-699.
Crossref

 
 

Partelli FL, Espindula MC, Marré WB, Vieira HD (2014). Dry matter and macronutrient accumulation in fruits of Conilon coffee with different ripening cycles. Rev. Bras. Ciênc. Solo 38:1.
Crossref

 
 

Pezzopane JRM, Pedro Júnior MJ, Thomaziello RA, Camargo MBP (2003). Escala para avaliação de estádios fenológicos do cafeeiro arábica. Bragantia 62(3):499-505.
Crossref

 
 

Pezzopane GC, Favarin JC, Maluf MP, Pezzopane JCM, Guerreiro FO (2009). Atributos fenológicos e agronômicos em cultivares de cafeeiro arábica. Ciência Rural 39(3):711-717.
Crossref

 
 

Pimenta CJ, Pereira MC, Chalfoun SM, Angelico CL, Carvalho GL, Martins R (2008). Composição química e avaliação da qualidade do café (Coffea arabica L.) colhido em diferentes épocas. Rev. Bras. de Armazenamento 10:29-35.

 
 

SAEG software (2007). Sistema para Análises Estatísticas, Versão 9.1: Fundação Arthur Bernardes - UFV - Viçosa.

 
 

Ságio SA, Lima AA, Barreto HG, Carvalho CHS, Paiva LV, Chalfun Junior A (2013).. Physiological and molecular analyses of early and late Coffea arabica cultivars at different stages of fruit ripening. Acta Physiologiae Plantarum.
Crossref

 
 

Silva FC, da Silva FM, da Silva AC, de Barros MM, Palma MAZ (2013). Desempenho operacional da colheita mecanizada e seletiva do café em função da força de desprendimento dos frutos. Coffee Sci. Lavras 8(1):53-60.

 
 

Simões RO (2009). Qualidade do café (Coffea arabica L.) pré-processado por via seca. 2009. 121f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agricola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG.

 
 

Taiz l, Zeiger E (2010). Plant physiology. 5th ed. Sunderland: Sinauer Associates, 2010.